[RESENHA] ANTES QUE EU VÁ - LAUREN OLIVER

outubro 02, 2017

 Título: Antes Que Eu Vá
 Autor: Lauren Oliver
 Editora: Intrínseca
 Número de Páginas: 368
 Publicação: 2011
 Classificação no Skoob5/5

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento.
Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.
...
Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente.
O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.


 Em Antes Que Eu Vá, vamos conhecer a Samantha, uma garota popular que está no ensino médio, tem três melhores amigas, 
Lindsay, Elody e Ally, e um namorado cobiçado por todas as garotas da escola Thomas Jefferson. A vida estava normal, Samantha acorda cedo, vai para escola com suas amigas de carro, fica com seus namorado e baba pelo seu professor Mas o dia 12 de fevereiro é especial, é o "Cupido Day", o dia em que as pessoas recebem flores de seus admiradores, e assim sabem quem é o mais popular e o menos popular. Seu amigo de infância, Kent, vai dar uma festa, ela não queria ir, mas suas amigas e seu namorado a convenceu. Após a festa um acidente acontece, e o dia do cupido foi o seu último dia de vida. Mas Sam acorda, e pensa que tudo foi um sonho, mas não foi, ela começa a ter déjà vus constantes, de todas as coisa que ela vê, e percebe que aquilo aconteceu de verdade. Ela está tendo outra chance de mudar o seu jeito de tratar as pessoas ao seu redor e ser lembrada como uma pessoa que todos admiram. Ela vive o mesmo dia diversas vezes e tenta desvendar o motivo para isso está acontecendo.

 O livro é narrado em primeira pessoa pela personagem principal, Samantha. A história me prendeu do começo ao fim, é emocionante, tocante, é um livro que quando você termina fica pensando sobre os acontecimentos e fica numa bad tremenda. A autora mostra como a cada nova chance a personagem amadurece cada vez mais e começa a pensar e observar pessoas que ela tratava mal e nem ligava para o que estavam sentindo. Esse é o caso da Juliet Sykes, a garota estranha, fechada, que não falava com ninguém e não tinha amigos, ela sofria bullying, era zoada pela Sam e suas amigas. Mas com as suas novas chances, Sam começa a ver que Juliet sofria com os comentários sem graça.

 Para finalizar, o livro é lindo, a capa nem se fala, as letras são confortáveis para a leitura e as folhas são amareladas. Não vejo a hora de conferir a adaptação cinematográfica.

Beijos e até a próxima ressenha,











You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi Camila,

    Fiquei bem animado com essa resenha. Aliás, gosto tanto do blog que toda vez que vejo que tem resenha nova, fico na maior felicidade. Esse blog é show!
    Um abraço, Dieison Engroff, do Rio Grande do Sul.

    ResponderEliminar

Popular Posts

Instagram

>

Flickr Images