[RESENHA] SOBRENATURAL - CYNTHIA HAND

junho 10, 2017

 Título: Sobrenatural
 Título Original: Unearthly
 Autor: Cynthia Hand
 Editora: Galera Record
 Número de Páginas: 438
 Publicação: 2011
 Classificação no Skoob: 5/5

 Clara Gardner tem sangue de anjo. Isso não só faz dela mais esperta, forte e veloz que os humanos, mas também indica que terá que cumprir um propósito, uma missão pela qual está neste planeta. Compreender seu objetivo, entretanto, não é uma tarefa nem um pouco fácil. Suas visões levam-na a uma nova escola em uma nova cidade. Ela conhece Christian, o garoto dos seus sonhos (literalmente), e tudo parece se encaixar – e se desajustar ao mesmo tempo: outro garoto, Tucker, que desperta o lado menos angélico de Clara. Enquanto isso, ela precisa enfrentar perigos desconhecidos e tomar decisões que podem afetar não apenas seu destino, mas também o de todos que a cercam.


 Em Sobrenatural vamos conhecer a Clara Gardner, ela é uma sangue de anjo, ou seja, ela veio para Terra com uma missão. Todos os anjos, sejam eles quartarius, um quarto de anjo, ou dimidius, meio anjo e meio humano, tem um propósito para cumprir na Terra. Clara é uma quartarius e ela tem tido visões de um garoto em um incêndio.

 Clara vive com seu irmão mais novo, Jeffrey, e sua mãe. Com as visões ela descobre o lugar onde estuda o "garoto dos seus sonhos", com isso ela e sua família se mudam para o local. O nome desse garoto é Christian, ele é popular e namora uma garota chamada Kay. Nesta mesma escola conhece Ângela, uma menina um pouco misteriosa, e também conhece Wendy.

 Tucker, o irmão de Wendy, sempre implicava com Clara, ficava chamando-a de cenoura, por conta de seu cabelo. Os dois vivem muitas confusões.

 Eu me apaixonei por esse livro, e também pelo segundo da trilogia. A história me prendeu do começo ao fim, não conseguia parar de ler, virou um dos meus livros favoritos. Clara é uma personagem marcante, é tímida, atrapalhada, não consegue voar, é bonita e doce.

 Como sabemos a ID editora fechou as suas portas, portando não foi traduzido o terceiro e último livro da trilogia, fiquei triste, porém vou ler em inglês quando estiver preparada para ter esse contato com a língua.

 As letras do livro são confortáveis e as folhas são amareladas. Foi uma leitura leve e não foi cansativa. Recomendo o livro para todos. 

 Beijos e até a próxima resenha.

 Por Camila Marques




You Might Also Like

0 comentários

Posts Populares

Facebook

Instagram

Subscribe